Marcação de Consulta: 71 3234.9399

Aumentar fonte: A+ A A-

Notícias

O paciente pode tomar mais de um medicamento ao mesmo tempo?

Neste artigo, a farmacêutica Luciane Lago explica o que é interação medicamentosa e quando isso representa um risco para a saúde.



Misturar medicamentos pode gerar um problema que recebe o nome de interação medicamentosa, ou seja, ocorre a competição entre os medicamentos de forma a um impedir a ação do outro. Isso pode causar o atraso na melhora ou piora do quadro clínico.
































O Sistema Nacional de Informações Tóxico Farmacológicas registrou, somente em 2011, cerca de 30 mil casos de intoxicação por uso de medicamentos. Embora não seja possível afirmar quais deles ocorreram por interação medicamentosa, em três circunstâncias específicas a possibilidade é muito extensa: pelo uso terapêutico errado, pela prescrição médica incorreta e por automedicação. 

Caso seu médico tenha prescrito mais de um medicamento para você, certifique-se com ele os horários que podem ser tomados. Caso isso não seja possível, procure uma farmácia e fale com o farmacêutico. Somente esses dois profissionais podem te ajudar em relação ao uso do seu medicamento.

Há situações em que os medicamentos precisam um do outro para agir, mas isso só o seu médico ou seu farmacêutico podem lhe orientar com segurança. Pessoas com pressão alta e diabetes sabem muito bem do que eu estou falando, pois usam mais de um medicamento para se tratar. Contudo, cada um tem seu horário e as possíveis associações estão na prescrição médica.

Seja pelo tamanho ou pela linguagem, ninguém nega: ler a bula é uma tarefa difícil, mas é ela que contém todas as informações úteis a respeito do medicamento a ser administrado, inclusive se ele pode, ou não, ser consumido junto a outros remédios, com água ou outros líquidos, em jejum ou alimentado etc. 

Como trabalho num hospital especializado em oftalmologia, não poderia deixar de falar dos colírios. Caso sejam prescritos dois colírios para serem utilizados no mesmo horário, é importante deixar um intervalo de 10 minutos entre um e outro. Nunca use os dois ao mesmo tempo!

Não utilize medicamento sem orientação médica. Procure um farmacêutico.























































_______________________________________________________________________________________________
Autor(es)
Luciane Lago / CRF-BA 4744
Farmacêutica especialista em Farmacologia Clínica do Hospital Humberto Castro Lima.
Visto também em: http://www.isaudebahia.com.br/noticias/detalhe/noticia/o-paciente-pode-tomar-mais-de-um-medicamento-ao-mesmo-tempo/